Nova Perspectiva

27 julho 2015

Somos apenas dois estranhos


Somo apenas dois estranhos que estavam no mesmo bar. Ambos sozinhos. Eu rascunhava algo no meu bloquinho caindo aos pedaços de capa marrom que tanto gostava e você olhando para o copo de cerveja intacto faziam cerca de 15 minutos. Uma música horrível tocava de fundo me distraindo do que eu julgava importante naquele momento, escrever. Quase não percebi que a duas mesas de mim estava você, mordendo os lábios e passando o dedo ferozmente no copo gelado a sua frente. Foi quando eu te reparei, cabelos pretos e olhos perdidos porque a mente estava vagando em qualquer outro lugar, menos naquele bar. E eu te reparei.

Sempre me disseram que olhar fixamente para alguém era falta de respeito, porque a pessoa se sentia incomodada, você no entanto nem sabia que eu estava ali. Quando abaixou os olhos eu desviei o olhar, uma daquelas coisas que o corpo faz sem você perceber, essa defesa que temos instintivamente por achar que estamos fazendo algo errado. Mas eu quis burlar as regras e olhei de novo para você que, por qualquer razão olhou para mim. Nesse instante deixamos de ser estranhos.

Você me pagou uma bebida e abriu o coração de forma tão rápida que não esperava por isso. Me contou que bebia para esquecer os problemas, “como se isso fosse possível” acrescentou no fim antes de dar um gole. Conversa de boteco, é chamado assim. Você me falou de você, com todos os detalhes tendo a certeza de que eu estaria tão bêbada quanto você para esquecer cada palavra no dia seguinte, e eu fui na sua onda. Afinal, não havia chances de eu te encontrar de novo. Pensava eu.

Dois dias depois você me reconheceu na rua dizendo que eu esqueci de dizer meu nome. Engraçado, abrimos nossas vidas e não falamos nosso nome. Me chamou para um café naquela tarde, desmarquei todos os meus compromissos e fui. Conversa vai, conversa vem, trocamos os números de telefone e prometemos marcar de sair qualquer dia desses. Essas promessas de mentira que marcamos com qualquer conhecido que vemos na rua, como “passa lá em casa qualquer dia desses” e isso nunca acontece.

Mas, que por motivo desconhecido, realmente marcamos e saímos. Começou a ser tradicional toda sexta feira irmos em algum lugar diferente. Você se tornou meu fiel escudeiro, dizíamos ser a dupla mais fantástica de todas e depois de 2 meses, nos beijamos pela primeira vez. Não havia par melhor do que nós, se o acaso havia nos juntado quem éramos nós para nos separarmos. Demos certo. Tão certo que as pessoas nos olhavam e falavam que éramos o casal perfeito. Fomos. Fomos o melhor casal que essa cidade já conheceu, nossos opostos se uniam e faziam de nós um só. Acreditava fielmente que era você o tal do príncipe encantado. Acontece que príncipes não existem.

Em uma quinta feira qualquer você disse que não dava mais. Não dava mais porque você não se sentia mais feliz ao meu lado, mas prometeu que continuaríamos bons amigos. Doeu ouvir aquelas palavras. Doeu porque no fundo eu sabia que essa promessa não seria cumprida. De fato, não foi. Você trilhou um caminho novo sozinho, conheceu novas pessoas, construiu uma vida e eu continuo aqui, na mesma vida de sempre, com o caderninho surrado de baixo dos braços escrevendo sobre qualquer coisa que me faça tirar da cabeça que, somos apenas dois estranhos


  • Resolvi escrever um texto diferente hoje, mais recheado de amor, me conta nos comentários o que achou, vou adorar saber. Porque se gostarem vou tentar escrever assim mais vezes. Super beijo e até o próximo post! Tchau!!
  • Não esqueça de curtir a página do facebook e de nos seguir no twitter e no instagram

44 comentários:

  1. Gostei bastante...falar/escrever de amor sempre bom.
    Você escreve muuto bem.

    Bjim...
    Ótima semana pra nós!

    blog Usei Hoje

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super concordo, obrigada e que bom que gostou
      Beijão

      Excluir
  2. Que texto lindo e bem escrito.
    O fim de um relacionamento é sempre tão.. esquisito né?
    Mas, a vida é assim.. alguns terminam e outros começam!
    Um beijo

    Dicas para Todas

    ResponderExcluir
  3. Que lindo texto gostei muito da postagem, ficou muito lindo!
    Beijos
    http://onlypoison1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que texto lindo que vc fez, realmente recheado de amor!!

    Bjss

    www.adrianequaresma.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tentei colocar bastante amor nele, apesar de ser fictício hahaha
      Beijão

      Excluir
  5. Arrasou lindo texto, tenha uma semana abençoada.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada
      Tenha uma semana abençoada também
      Beijão

      Excluir
  6. Adorei o texto Mari , a vida é assim.. pessoas proximas viram estranhos de um dia para o outro..
    Beeijos

    Blog Estilo Certo
    Fanpage Estilo Certo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, foi exatamente pensando nisso que eu escrevi!
      Beijos

      Excluir
  7. Escreve assim mais vezes sim <3
    Adorei o texto!
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostou mesmo? Fico muito feliz. Vou tentar escrever mais coisas nesse estilo sim!!!
      Beijão!

      Excluir
  8. Muito bacana o texto e inspirador. Arrasou querida!


    Beijocas,

    www.nossoglamour.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Que texto delicioso de ler. Engraçado é que eu me identifiquei E MUITO, deu até aquela pontadinha no peito mas que logo foi embora. Muito bom!

    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia era tocar no coração mesmo, o texto é fictício, mas a ideia é real, de pessoas que são desconhecidas, virarem próximas e voltarem a ser desconhecidas. Essas coisas relâmpago, foi nisso que eu tive como base.
      Um beijão Bru!

      Excluir
  10. Que lindooo. Cheio de sentimentos! Adorei
    xoxo
    BLOG // FB PAGE

    ResponderExcluir
  11. Romances me prendem, me encantam.. Parabéns pelo texto Mari!!! <3 Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sandra, fico feliz que tenha gostado!
      Super beijo

      Excluir
  12. Que lindo adorei
    Muito obrigada pela visita volta sempre adorei
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto! super curti ler :)
    Beijokas da Carol e Camila:*
    Vamos Papear 

    ResponderExcluir
  14. Como você escreve bem! Por favor, traga mais desses textos para o blog ♥

    Caosologia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou trazer Meiri, vou me empenhar mais nesses textos
      Super Beijo

      Excluir
  15. Que texto mais lindo! Doi muito quando a gente perde alguém que amamos demais, mas acredito que certas perdas trazem melhores conquistas.

    Com amor,
    Steph • http://naoeberlim.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim Steph, você está completamente certa.
      Beijos

      Excluir
  16. Achei lindo seu post. Em algum momento da vida esses dois estranhos deram certo.
    Boa semana.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  17. O texto ficou dolorosamente triste. Lembrei de uma música da Tiê, que acho que se encaixa perfeitamente nessa narrativa.

    'DOIS'
    https://www.youtube.com/watch?v=fx-Hd5pheYk

    Beijo meu,
    MF | www.fernandaprobst.com.br

    ResponderExcluir
  18. Ficou lindo esse texto, triste, mas muito bonito. É bem verdade mesmo.
    Tem uma música da cantora francesa Shy'm que lembra um pouco este texto. On Se Fout De Nous.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Patty, fico extremamente feliz que tenha gostado
      Beijos

      Excluir
  19. Ficou triste, mas bonito! Você escreve bem!
    beijinhos, Rê
    http://blogsonhosdeverao.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oii Mari, tudo bom?
    Eu amei seu texto, você escreve maravilhosamente bem, faça mais sim!!
    Um beijo
    Katrine Bernardo

    ResponderExcluir
  21. Se eu nunca disse que você escreve muito bem, estou dizendo agora.
    Imaginei todas as cenas na minha cabeça e fiquei muito triste com o final. Não que não tenha sido bem escrito.
    Mas eu sou uma romântica incorrigível. Daquelas que sempre espera por um final feliz.
    Mas como eu bem sei, isso nem sempre acontece.
    Sabe, você bem que poderia escrever um conto para o concurso da Amazon, dá uma pesquisada lá!


    Beeijos!!
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, não sabe o quanto é bom ouvir isso
      Sim, eu quis focar em uma realidade em que os príncipes encantados não existem e os finais felizes nem sempre dão certo.
      Vou pensar se escrevo lá sim, obrigada pela dica Raissa
      Um super beijo

      Excluir
  22. Menina...tava torcendo para que tivesse um felizes para sempre...mas é essa a realidade mesmo..
    Beijos;
    Blog GuriasGata

    ResponderExcluir